Há tanto tempo que te amo
Categoria: Blog, Cinema

Na semana passada fomos finalmente conferir o Instituto NT de Cinema e Cultura, que fica na Rua Marquês do Pombal, em Porto Alegre. Já fazia algum tempo que eu ouvia falar sobre este novo espaço cultural, mas nunca tinha tido um motivo para ir conferir. Em uma das minhas caminhadas pela cidade, acabei passando sem querer na frente de um baita casarão que tinha uma espécie de Bier Garten. Encantador, mesmo que talvez seja simplesmente pelo fato de destoar da arquitetura porto-alegrense. Resolvi entrar para conferir. Estava no pátio do Instituto. Não pude entrar na casa propriamente dita, que só é aberta ao público quando acontece alguma exposição. Dei uma olhadinha e segui adiante.

Alguns dias depois fomos assistir a um filme lá. O francês Há tanto tempo que te amo. Apesar de simples, o filme é envolvente. Trata sobre uma mulher que, depois de 15 anos, sai da prisão. Durante todo este período não teve contato com ninguém de sua família, pois não recebeu nenhuma visita. Um dos meus pontos fracos cinematográficos se faz muito presente no filme: o silêncio. Angústia e incompreensão. Firmeza, convicção e decisão.

Deixe um comentário