Atenção!
Categoria: Cidade

Aos poucos estou tomando conhecimento das mudanças por essas bandas. Não estive lá em 1990, mas desde 1998 a Casa de Cultura Mário Quintana é um dos meu lugares preferidos na Cidade. A mudança da Biblioteca Pública para a Casa já me preocupava, pois ela se parece cada vez mais com um depósito. Duvido que as reformas na Biblioteca levem só um ano. Apostaria no mínimo os próximos quatro. Mas este depoimento me deixa ainda mais preocupada. Só espero que nossa querida Casa não desça a mesma lomba percorrida pela Usina do Gasômetro nos últimos anos.

2 comentários

  1. debora disse:

    é, júlia… eu já tinha lido isso (via teus links, he) e outras coisas também e parece que tá tudo indo mesmo por água abaixo.
    eu não consigo ver luz no fim do túnel.
    a única solução plausível é a gente assumir as rédeas. ser diretora de instituição está entre minhas ambições, mas nem isso pode ser pra já. falta MORAL.
    e de qualquer modo tá TUDO tão sujo e desandando tão rápido que não faço idéia se vai sobrar alguma coisa…
    como dizem teus amigos, o Bananão tá podre, completamente podre.

  2. Alysson disse:

    Oi Júlia, tudo bem? Lembra de mim (Alysson, Winterkurs)?

    Meu comentário não é sobre a sua mensagem, é que eu tava fuçando nos emails velhos e achei seu site, que é bem legal. No site achei seu blog, que tb é muito Bonn (desculpa, não resisti ao trocadilho), e fiquei lendo seus relatos da Alemanha (além dos seus problemas de condomínio e outras coisas). Daí achei sua página no flickr, e agora tô me perguntando quando vou ter tempo pra ver tudo isso direito. Um dia eu hei de ver, apesar da saudade que dá das coisas da Alemanha, além da sensação de ter perdido muito tempo lá, pela quantidade de coisas que vc fez. E pra completar achei o flickr do Jânio no seu flickr, e ele é outro que sabe o que fazer com uma câmera.

    Parabéns pelos seus talentos artísticos. Digo isso pq além de fotografar vc escreve bem tb

    Por enquanto é só.
    Té mais
    Alysson

Deixe um comentário