Slumdog Millionaire im Programmkino-Ost
Categoria: Blog

Fiz um roteiro de filmes a serem vistos e cinemas a serem visitados. Hoje foi o primeiro dia: Slumdog Millionaire no Programmkino-Ost. Desci do bonde quase na frente de onde deveria ser o cinema, mas o número nao existia. Entrei em uma floricultura que ficava ao lado do número indicado para pedir informacoes. Perguntei se havia um cinema ali por perto e a moca disse que sim, que era ali do lado.

Acontece que, do lado da floricultura havia uma obra e nada se parecia com um cinema. Para se ter acesso, era preciso entrar dentro da obra por uma passagem entre dois prédios. No pátio havia uma tenda de lona branca. Puxa, será que vai ser tao alternativo assim?, pensei. Dentro da lona havia um café improvisado e a bilheteria do cinema. E onde fica o cinema? Entrando naquela porta azul. Abrindo a porta, dei de cara com a tela de projecao. Nada de formalidades!

Slumdog Millionaire é um bom filme e o ritmo um de seus maiores méritos. O carismático personagem do Jamal também foi muito bem interpretado pelos três atores, que fazem o filme valer a pena. Só nao pude deixar de fazer algumas associacoes com o Cidade de Deus. Nao só o contexto sócio-econônico, como também a fotografia e os movimentos de câmera lembram muito o filme brasileiro.

Apesar de ter gostado do filme, acho que ele deixa algumas lacunas em branco, algumas falhas entre os fatos conectores e produtores de sentido, e seu objetivo acaba nao sendo muito claro. Lamento o uso excessivo de situacoes de pobreza e violência trazidas de forma banal e superficial, que acabam diminuindo a intensidade que o filme poderia ter. Alguns exemplos: as pessoas vivendo no meio do lixao, quando o menino pula dentro da latrina com a foto do popstar na mao e sai correndo todo sujo, as crueldades feitas com as criancas recolhidas e exploradas, a maneira como o irmao mais velho entra no crime, o milionário que tem um monte de mulheres, a perseguicao sem sentido da jovem Latika, o suicídio de Salim e as torturas que Jamal sofre na polícia.

Todos esses exemplos que dei foram ruídos que nao permitiram alcancar a resposta para a simples pergunta: sobre o que trata o filme? Com certeza nao é a história de um menino pobre que quer se milionário. Também seria muito pouco dizer que é a história de amor entre Jamal e Latika. A história de dois irmaos? Ou seria um recorte de miséria, azar, injusticas e, no meio de tudo isso, um menino bom que tem sorte e que fica milionário?

Um comentário

  1. Pensei que o cinema seria algo parecido com aquela galeria de Berlim. Prédios assustadores!

Deixe um comentário